O que é Candidíase?

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo Cândida, geralmente Cândida albicans. E pode afetar a pele unha órgãos genitais, garganta, corrente sanguínea e boca.

Existem alguns períodos em que você está mais propensa a ter candidíase:

  • Se estiver grávida; se está tomando antibióticos;
  • Se tiver diabetes; se estiver menstruada; se tomar anticoncepcionais;
  • Se tiver HIV ou outra doença; que deixe o sistema imunológico debilitado.
  • Quem tem candidíase?

Ter candidíase é mais comum do que se imagina. Cerca de 75% das mulheres passarão por isso pelo menos uma vez em suas vidas2, enquanto muitas mulheres podem sofrer de candidíase recorrente.
Se você nunca teve candidíase antes e acha que pode ter, consulte seu médico. Depois de reconhecer seus sintomas e saber que não são graves, ajudaremos você a lidar com a candidíase de maneira independente, em casa. A candidíase não demora muito para desaparecer depois que o tratamento é iniciado.

Consumo excessivo de doces e carboidratos em geral

Os carboidratos propiciam o crescimento do fungo da candidíase vaginal de duas formas. A primeira é através da alteração do pH, que se torna mais ácido, logo é um ambiente muito mais propício para que a Cândida se prolifere.

Além disso, a glicose também serve como alimento para esse fungo, portanto quando ela está em excesso no sangue, pode ajudar no aparecimento da candidíase vaginal.

Por isso, pessoas com diabetes também podem apresentar mais crises recorrentes de candidíase vaginal (além dos outros tipos).

Sexo sem proteção

Embora a candidíase não seja considerada uma DST, ela pode ser transmitida por meio do contato sexual, principalmente para as genitálias e boca.

Locais e roupas úmidos

O fungo a candidíase prefere locais úmidos, por isso a vagina é um local tão comum para essa infecção. Frequentar piscinas, ficar muito tempo com roupas de banho molhadas ou mesmo não secar corretamente a região genital pode propiciar uma candidíase vaginal.

Outros fatores que interferem no sistema imunológico

  • Dormir mal ou pouco
  • Ingestão insuficiente de vitaminas e minerais, consequência de uma dieta pouco equilibrada
  • Alto nível de estresse
  • Gripes fortes
  • Uso de drogas.

Os sinais mais comuns para essa doença são:

  • Corrimento esbranquiçado;
  • Coceira;
  • Escoriações na região vulvar;
  • Coloração vermelha na vagina.

Em casos extremos, a candidíase pode causar úlceras.

Para o tratamento da doença são recomendadas medidas simples:

  • Devem-se evitar vestuários inadequados;
  • Não praticar duchas vaginais;
  • Não utilizar desodorantes íntimos;
  • Abstinência sexual durante o tratamento;
  • Utilizar camisinha.

Juntamente com essas indicações é recomendado o uso de antibióticos via oral, além da utilização de creme vaginal de uso tópico. Todo tratamento deve ser indicado por um especialista, pois cada doença possui a sua indicação adequada.

 

Deixe uma resposta